Trabalho em Equipe 2

Juntar-se é um bom começo, permanecer juntos é um progresso e trabalhar juntos é um sucesso, disse certa vez Henry Ford.

Empreendedor e engenheiro mecânico, fundador da Ford Motor Company, foi o primeiro empresário a aplicar a produção em série para produzir automóveis em alta quantidade, com menos tempo e a um menor custo. Certamente ele sabia o valor do trabalho em equipe, razão de seu sucesso.

Como dissemos no texto anterior, o que difere um grupo de uma equipe é justamente o entrosamento, a integração e o trabalho conjunto. Isso vale tanto para equipes esportivas como para equipes de trabalho em qualquer tipo de empresa.

Toda equipe é um grupo. Mas nem todo grupo é uma equipe.

A grande dificuldade dos gestores, administradores, líderes e coachings é justamente conseguir a integração dos elementos do grupo de forma que, não somente trabalhem juntos, mas que também se ajudem nas dificuldades para obter os resultados desejados para a equipe.

A formação de uma equipe integrada de trabalho envolve diversos detalhes e etapas, porém citaremos aqui os principais passos como forma de esclarecer todo o processo.

O desenvolvimento da confiança é o primeiro estágio neste processo. Os membros da equipe precisam confiar uns nos outros de forma a poder discutir abertamente suas diferenças, pontos de vista, fraquezas e potencialidades. Quando a confiança se estabelece não existem prevenções entre os membros da equipe.

O benefício imediato desta condição é a discussão aberta de conflitos e diferentes pontos de vista, que sempre existem, sem traumas ou comentários reservados.

Uma equipe que discute junta por melhorias, com os mesmos objetivos e interesses certamente produzirá um senso de pertencimento entre seus membros.

Quando todos podem se expressar e são ouvidos, mesmo que não tendo aprovadas as suas ideais, terão o sentimento de participantes ativos, resultando no comprometimento com a equipe.

Obviamente isso não é tão simples de conseguir, mas é o que precisa ser trabalhado com dinâmicas e orientações na equipe. Conflitos saudáveis sempre aproximam os debatedores. Justamente o contrário acontece com grupos onde os conflitos ocorrem entre membros sem confiança mútua. O comprometimento com o grupo então desaparece entre seus membros.

Estabelecida a confiança, a participação e o comprometimento entre seus membros, definir tarefas, metas e resultados esperados não trará nenhum problema adicional. Dificilmente algum membro evitará a responsabilidade por suas ações ou tarefas para com a equipe, pois o senso de pertencimento e o comprometimento com a equipe estão assegurados.

A gestão de uma equipe assim estabelecida deverá levar em consideração todos os elementos que foram usados na sua construção. A manutenção da participação, da confiança, das metas discutidas, das tarefas combinadas e do controle pelos resultados obtidos. A motivação da equipe resulta disso tudo e da manutenção desses critérios de gestão.

Partir de um grupo para se obter uma equipe exige um trabalho sério e árduo, mas perfeitamente possível e altamente compensador para empresas ou times esportivos.

Resultados positivos trazem resultados econômicos e isso, todos desejam.

A sua empresa tem um grupo de funcionários ou uma equipe entrosada e vitoriosa? Mudar essa situação é um desafio para sua organização?

Se você tem dúvida em como transformar um grupo desmotivado em uma equipe integrada e entusiasmada, fale conosco. Nós da Planeto tratamos de pessoas e desenvolvemos equipes em muitos de nossos clientes e parceiros. Este é o nosso dia a dia.

Estamos aqui para auxiliá-lo na definição da estratégia de mudança, na execução do planejamento e no desenvolvimento de todo o projeto. Vamos juntos construir sua equipe de sucesso em 2020!!!

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *